16 de agosto de 2010


Ainda está em Salvador e tem procurado igrejas e casas religiosas o falso padre alemão Wolfgang Schuler. Ele apresenta-se como bispo ou representante do Vaticano e além de hospedagem pede para celebrar missas nas comunidades. A cúria de Salvador já tomou medidas legais e aguarda o desenrolar do caso. Até lá, o governo arquidiocesano orienta os fiéis a não darem hospedagem e principalmente não permitirem que ele celebre missas. Desde 2003 a Arquidiocese convive com os problemas causados pelo alemão que já foi extraditado, mas conseguiu entrar novamente no país.